Pilotos AVLES em Pimenta na Etapa do Sul Mineiro de 2009

Os preparativos para o voo em Pimenta já estavam se encaminhando desde a segunda etapa de São Lourenço-MG, nos ultimos dias 20 e 21 de junho. Decolagem
Na busca de novos amigos capixabas para ida a Pimenta, somente o Milton Vilela confirmadissimo, e o Evaldo (Bing-Bing) ainda pensando. Os dias passaram e fui vendo que ninguem de novo animaria de percorrer quase 800 km (de ida) para voar num campeonato. Mas isso  não me desanimou, inclusive brinquei algumas vezes dizendo que não perderia esta etapa, nem que eu fosse, de carro, onibus, aviao, ou de jegue.

 

   

Decolagem na Rampa LesteOs dias chegaram e parti pra BH, onde juntei ao grupo liderado por nosso amigo Alexandre Martins (conhecido por Ale, antigo Ossinho). Partimos numa felicidade sem igual na fomiagem de voar na sexta em Pimenta. Ao chegar na enorme cidade de Pimenta, rsrsrs, estavam lá já uma galera de BH. Animados para o proximo dia já marcando o horario da barca para a manhã seguinte, e ouvindo o relato do nosso colega Claytinho sobre o voo da quinta. Ao amanhecer o dia da sexta, ainda sem noção de nada, onde era a rampa, ou que vento era a predominancia, partimos para o hotel onde tinha alguns pilotos também hospedados, dai encontrei nosso grande amigo Bing que veio na barca com o Rodrigo de Friburgo. Pronto estavamos todos animados com os carros seguindo pra tal rampa.
Depois de alguns kilometros, lá estavamos e nada de voo, vento sudoeste fortissimo, mas como nao tinha jeito de voar, fomos na pilha do Alfio (Swing/Woody Valey) para procurar outras locais de voo nas montanhas tipo formação de chapada. Bem depois de mais de 30 km rodados em cima do flat, buscamos uma rota mais acertada, direto pra a Estancia de Furnas, local show, onde encontramos nosso amigo que acabara de chegar com a familia, Milton Vilela. Curtimos o resto da tarde de bobeira no clube, e jogamos muita conversa fora, pedalinho, piscina, almoço e ao som da dupla Ale e Gui (BH), nem conto como foi…

  

 

Sabado – primeira Prova
Novamente desanimador foi o inicio de tudo, com o teto baixo, praticamente tudo nublado, e com vento lateral, fomos desanimando na rampa norte. Mas quando foi cerca de 11h40m falou-se que iriamos pra rampa Leste e a prova seria com start por lá. Montamos a prova e juntamos equipos e corremos pra lá, eu lembro que fui na primeira viagem do onibus, mas decolei faltando 10 minutos pra o Start, correria total. Mas a prova iniciava com uns 17 km em cima da cordilheira (tipo liftao), e depois seguia com vento de 45 graus para a cidade, com um total de 23 km (considerando o raio de otimização, só beliscando no raio). Mas por falta de conhecimento da comissao, foi posto um pilao dentro de um buraco enorme, onde canalizava e gerava um forte venturi, na minha ida quando vi a galera lá dentro, já sabia que dali eu nao sairia, pois os competition estava parados no ar…pensei assim, essa prova morre ali mesmo, entao vou tentar fugir para lado esquerdo dela depois que bater no pilao, e tentar ganhar alguns metros…Resultado que 90% dos pilotos nao progrediram no buraco. Mas teve gato pingado que conseguiu passar depois de varias tentativas. Ronnie de Curitiba, no seu Sol Tracer matou a prova, depois que conseguiu passar o venturi, dai ficou mais facil, e só administrou o restante.

  

 

Domingo – segunda prova
O dia amanhecer como uma dia de verão, lindo, e com altas formações, mas no decorrer da manha foi mudando. Achamos que o vento estava forte, pois a cordilheira nos dá esta impressão, então montada a prova com briefing as 12:10h, janela aberta as 12:30h, e start as 13:00h, dai imagina a correria. Novamente metemos a cara no meio da galera e vamos ver no que dá. Novamente a festa iniciou, e colorimos os ceus de Pimenta, a noite em conversa com os locais, eles estavam doidos com o visual nunca visto na cidade, foi um dia de altos voos, e muitos cairam, logo na tirada para o Start, um enorme vale canalisado que gerava um venturi, entrou ali, pra sair demorava.
Tive a oportunidade de testar meu Sigma acelerado, nas termais e transições, voando com Boomerang 5, Aircross U4, Tracer, Sigma 7, Peak. Mas o que me impressionou mesmo foi o Bing na nova vela, Skywalker Cayenne 3, andando e enroscando muito rapido. Optei pra ganhar mais e tocar por cima do flat e tentar bater o proximo pilao. Mas pegamos uma condição merrecando e acabei por falta de mais experiencia e concentração, ficando num lugarzinho maneiro. Mas era dificil de concentrar com tanta beleza exposta aos nossos olhos.

 

 

Organização e Resgate
Neste evento percebi que a organização novamente deu um show, apesar do lugar ser o primeiro evento, provou que estavam preparados pra nos receber. Outro detalhe legal era o report do resgate, funcionou muito bem, lembrando que era longas distancias.

 Que Visual!

Galera na termal

 

AmigosTucano
Agradecimentos não poderiam faltar, pois nestas viagens sempre fazemos novos amigos, ou fortalecemos mais as que já existem. Valeu grande Durval pela apuração, a Priscila (Poços) na cobertura do evento, pela atenção dos Tops: Milton, Vermelho, Kotoco, Claytinho, Melo, Hercules, Ronnie, Alfio, dentre dezenas mais. Ao amigos Rodrigo Carrielo, Bing, Guilherme e Alexandre. Não poderia deixar de lado os novos amigos: Dâmaso, Deyvid, Rivair, Juliana, Nayara, Layla e Bruna. Este pessoal nos trataram muitissimo bem, vocês são demais…Valeu a presença.

 UrubuGavião

 

Proxima Etapa
Já está agendado a proxima etapa que promete ser uma final super maneira, com a corrida full speed, estaremos lá mais uma vez e acumulando mais uns bonus de aprendizado e amizades. Nesta cidade que já me falaram, que tem um visual lindissimo para o voo: Carmo do Rio Claro, de 21 a 23 de Agosto.

 

Matéria na Rede Globo:

 

 

Fotos:

 

Selete Advance Impress 2

Rampa Norte

Visual ao fundo do Lago de Furnas

Rampa Leste

Rampa Leste

Rampa Norte

Prova de Sábado

Visual Show

Lago de Furnas

Galera partindo para o Start